logo


 

Segurança dos Alimentos

Implantação de "Boas Práticas de Fabricação"
Posterior implantação do APPCC e ISO 9001–22.000
 

Boas Práticas de Fabricação

São normas e procedimentos que visam atender a um determinado padrão de identidade e qualidade de um produto ou serviço e que consiste na apresentação de informações referentes aos seguintes aspectos básicos:
 
higiene pessoal e operacional;
controle de pragas;
projeto de equipamentos;
manutenção preventiva dos equipamentos;
calibração dos instrumentos;
treinamentos periódicos com os funcionários;
projetos de prédios e instalações;
limpeza e higienização geral;
programa de qualidade da água;
recebimento de matérias-primas e estocagem;
qualidade da matéria-prima e ingredientes.
 
 

Controle de Qualidade de Matéria-prima

Controle de Qualidade dos Fornecedores;
Recepção apenas de produtos dentro dos padrões de qualidade;
Objetivo: Matéria Prima de qualidade = Produto Final de Qualidade;
Somente produtos "virgens".
 
 

Capacitação de Profissionais

Treinamentos para todos os colaboradores;
Frequência adequada.
 
 

Outros Controles

Controle de potabilidade da água;
Controle de pragas;
Rastreabilidade;
Entre outros.
 
 

Atendimento as Legislações

Resolução 105/99 (ANVISA)

Regulamenta as empresas de embalagens e seus produtos para entrar em contato com alimentos. A importância dessa legislação é referente à utilização de produtos que possam evitar a contaminação posterior.

 

Resolução 326 e 275 (ANVISA)

Estabelece procedimentos obrigatórios de Boas Práticas de Fabricação no processamento de alimentos para garantir as condições higiênico-sanitárias aos alimentos para consumo humano e controle da água.

Entre outras legislações.